Ir para página principal

Celebração com juventudes marca a abertura do Ano Missionário na RENSE

No final da manhã desse domingo, 21 de outubro, foi realizada a celebração eucarística que simbolizou a Abertura do Ano Missionário na RENSE (Região Episcopal Nossa Senhora da Esperança) e o término do DNJ (Dia Nacional da Juventude).

Muito jovens, crianças, adultos e idosos estiveram presentes na quadra do Seminário Claretiano, Paróquia Santo Antônio Maria Claret, Forania São João Bosco. A celebração foi conduzida por dom Joaquim Giovani Mol Guimarães, bispo auxiliar para a RENSE, e concelebrada pelos padres das paróquias vizinhas que puderam estar presentes.

Convocado por dom Walmor o Ano Missionário na Arquidiocese de Belo Horizonte busca intensificar a presença missionária da Igreja nas vilas e favelas. Para isso, todos são convocados a fortalecer o compromisso com a ação missionária, proclamando sempre a Palavra de Deus.

Diversas comunidades paroquiais da Região Esperança já estão realizando ações no âmbito da missão em Vilas e Favelas. São atividades que envolvem agentes de pastorais, líderes de grupos e movimentos, ações em parceria com setores da Arquidiocese, entre outras iniciativas. Cada paróquia está se programando para que essas ações continuem de maneira ainda mais ampla no ano de 2019.

Durante a celebração dom Joaquim Mol destacou a alegria em realizar a Abertura do Ano Missionário no meio de tantos jovens. “Olha, celebrar com nossos irmãos padres a Abertura do Ano Missionário na companhia de tantos jovens como hoje, deixa meu coração extremamente alegre e vibrante. Jesus quer que tenhamos a cabeça erguida, comprometidos de corpo e alma com o serviço. É isso que é ser missionário. Isso é atender a orientação de Jesus. De cabeça erguida queremos sair ajudando jovens, crianças e idosos, para que sejamos um país que respeite a dignidade do outro, nas misturas das diferenças. É isso que nós queremos levar em nosso trabalho missionário. Que sejamos cristãos autênticos para fazer com que a Região Episcopal Nossa Senhora da Esperança, assim como toda a Arquidiocese, cresça na paz, na justiça e no amor.”

(Informações/Fotos: Pascom RENSE)