Ir para página principal

Equipe arquidiocesana da Pastoral da Comunicação participa de Encontro em Aparecida/SP

“A comunicação na Igreja deve, também, acompanhar os novos modos de expressão nas redes.” Essa foi umas das marcantes afirmações de Dom Darci José Nicioli, arcebispo de Diamantina e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Dom Darci destacou esse assunto na noite dessa quinta-feira, 18 de julho, na abertura do 6º Encontro Nacional da Pastoral da Comunicação, que acontece em Aparecida/SP, até o próximo dia 22 de julho.

Durante a cerimônia de abertura Dom Darci acolheu a todos e todas, reconhecendo a importância de estarem ali, participando do encontro: “Eu acolho a cada um e cada uma de vocês, que saiu de sua cidade, de sua casa, de seus afazeres, para estar aqui com alegria para servir. Sim, na alegria de servir por fazer chegar no coração das pessoas o melhor de todas as notícias: Jesus Cristo. Jesus, o perfeito comunicador do Pai, o nosso modelo, nossa fonte, nosso horizonte e nossa meta. Por isso, reafirmo neste momento, sejam, de fato, muito bem-vindos.” Ainda sobre o tema do encontro, dom Darci também comentou: “Diante da nossa contemporaneidade, não podemos deixar de observar as diversas formas de expressão que tomam conta de nossos dias, formatando novos canais eficazes da comunicação, apoiados na revolução tecnológica. Estarmos atentos a isso é importante para seguirmos adiante na comunicação da Igreja.” Finalizou.

Após a fala de dom Darci, teve início a palestra da irmã Joana Puntel, em uma conferência sobre o caminho da comunicação na Igreja. Joana Puntel apresentou uma breve contextualização sobre essa temática: “O caminho percorrido pela comunicação na Igreja Católica sempre foi trilhado por esforços, por inúmeras dificuldades, um caminho de resistências por parte da própria Igreja. Mas, com o tempo, “a comunicação se tornou um campo de missão” (Redemtoris Missio), que a partir do Concílio Vaticano II tomou rumos um pouco mais concretos.” Finalizou.

O evento, que reúne comunicadores das (Arq)Dioceses de todo o país, traz neste ano a discussão sobre Comunicação e Igreja, uma forma de abordar temáticas importantes e necessárias na condução dos trabalhos pastorais no que se refere aos diversos meios de comunicação.

Na programação está agendada a presença de pesquisadores, mestres e doutores em comunicação, como, por exemplo, Moisés Sbardelotto, que vai falar em um dos painéis sobre as perspectivas sobre a comunicação católica no Brasil.

O Encontro Nacional da Pascom acontece até o próximo domingo, e até lá várias atividades já estão agendadas.