Ir para página principal

Começa a Assembleia dos Bispos do Regional Leste 2 da CNBB

Arcebispos e bispos de Minas Gerais e do Espírito Santo estão reunidos em Belo Horizonte para a Assembleia Pastoral do Regional Leste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, que neste ano tem como tema a Exortação Apostólica Amoris Laetitia – sobre o amor na família,  do Papa Francisco. Durante a Assembleia, os bispos promovem reflexões à luz das orientações do Santo Padre e do Documento 100 da CNBB, de título Comunidade de Comunidades: uma nova paróquia. Conforme explica o presidente do Regional Leste 2 da CNBB, dom Paulo Mendes Peixoto, que é arcebispo de Uberaba, a Igreja busca ser cada vez mais acolhedora, fraterna, superando posturas condenatórias. Dom Paulo lembra também que a Assembleia é oportunidade para fortalecer a unidade entre as dioceses que integram o Regional Leste 2 da CNBB, o segundo maior do Brasil.

 

 

Para o bispo de Divinópolis (MG), dom José Carlos de Souza Campos, secretário do Regional Leste 2 da CNBB, a Igreja é permanentemente desafiada a responder as demandas de cada tempo. “Jesus e o Evangelho são os mesmos, devemos anuncia-los às novas realidades”, afirma o Bispo, acrescentando que a Assembleia é oportunidade para a reflexão de desafios comuns ás dioceses. “Assim, podemos agir nos mais diversos campos da sociedade”, diz. Dom José Carlos lembra que o Encontro também será oportunidade para revisitar questões ecológicas, a exemplo do desastre ambiental ocorrido em Mariana (MG), no distrito de Bento Rodrigues. “A Igreja precisa fazer ecoar o grito que pede socorro e o cuidado com a Casa Comum”, destaca dom José Carlos. 

 

 

Dom Joaquim Wladmir Lopes, Bispo de Colatina (ES), uma das cidades mais impactadas com o desastre ambiental, se recorda do sofrimento das pessoas diretamente atingidas, a exemplo dos pescadores e pequenos agricultores, que perderam o meio de subsistência, além das pessoas que ficaram sem suas casas. “Já faz um ano que a barragem se rompeu e ainda não temos um laudo definitivo sobre a qualidade da água que a população consome”, lamenta o Bispo.  

 

 

Sobre a ênfase que a Assembleia dos Bispos dará sobre a família no mundo contemporâneo, o bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, dom João Justino de Medeiros Silva, ressalta o que pede o Papa Francisco em sua Exortação Apostólica: o acompanhamento das famílias. “Isso significa criar proximidade, escutar, conhecer realidades, trazer as famílias para as comunidades”. Para isso, dom João ressalta a importância de se “vencer preconceitos que muitas vezes são base para postura muito rígidas”. A meta, conforme pontua o Bispo, “é seguir as orientações do Papa Francisco e ir ao encontro do outro.”

(Fonte: http://www.arquidiocesebh.org.br/site/noticias.php?id_noticia=14024)