Ir para página principal

5ªAPD: Igreja define atuação nas áreas pastoral, social e da espiritualidade

No período em que a Igreja Católica celebra o Ano da Misericórdia, convocado pelo Papa Francisco a Arquidiocese de Belo Horizonte vive um tempo especial com a realização da 5ª Assembleia do Povo de Deus. Neste sábado, 15 de outubro, bispos, padres, religiosos e leigos representantes das diversas paróquias, grupos e movimentos se reuniram no Ginásio do Colégio Pio XII, na capital mineira, para definir as Diretrizes da Ação Evangelizadora da Arquidiocese de BH. O documento ajudará na elaboração dos Planos de Pastoral, com atividades específicas nas áreas da espiritualidade encarnada, vida comunitária e inserção social.
 
 
Durante a abertura do evento, o Arcebispo metropolitano, dom Walmor Oliveira de Azevedo, enfatizou a importância da Assembleia do Povo de Deus: “Nossa igreja tem consciência de que o Evangelho de Jesus Cristo é o núcleo mais importante para nossa vida e no tempo que temos para viver a caminho do bem definitivo, mas, também, sabemos que a vida muda muito, a cultura é plural e o mundo evolui com muita rapidez. Por isso, temos que dar novas respostas. Graças a Deus, percorremos um caminho fecundo com dez perspectivas muito importantes para desenvolvermos nossos projetos e darmos novas respostas. Essa é a nossa grande tarefa e a nossa esperança  é darmos novos passos na missão da igreja, chamada a proclamar a Palavra.  Essa é nossa perspectiva, o nosso horizonte para os próximos anos. Assim desejamos que as comunidades de fé se fortaleçam, as pessoas deem  a sua contribuição, a igreja seja uma igreja em saída,  ainda mais próxima e em diálogo especialmente com os mais pobres”, destacou o Arcebispo.

Um dos momentos mais importantes da Assembleia Arquidiocesana é o estudo em grupo e a votação dos itens que compõe as Diretrizes Gerais. Quem esteve presente teve a oportunidade de analisar, opinar, escolher as principais ações de evangelização e inclusão social da Arquidiocese durante a plenária. 

As Diretrizes da Ação Evangelizadora da Arquidiocese de Belo Horizonte são resultado de reflexões e do caminho percorrido durante as Assembleias Paroquiais, Forâneas e Regionais. Para subsidiar esse trabalho, a  Arquidiocese também buscou ouvir os muitos segmentos da sociedade a respeito do trabalho desenvolvido pela Igreja Católica. Um questionário foi disponibilizado no site da Arquidiocese e também nas paróquias. Mais de seis mil pessoas o responderam. 
 
Desde o início do ano, em reuniões nas comunidades paroquiais e nas instituições diversas da Arquidiocese, os fiéis avaliaram os trabalhos desenvolvidos pela Igreja e apontaram caminhos a serem seguidos. No encontro de sábado, dia 15 de outubro, as diretrizes indicadas nesse percurso foram votadas e definidas. Posteriormente, elas serão publicadas, na forma de documento, pela Arquidiocese de Belo Horizonte e nortearão os trabalhos nos próximos anos. Dessas diretrizes, também podem surgir novas ações desenvolvidas pela Igreja.

(Fonte: http://www.arquidiocesebh.org.br/site/noticias.php?id_noticia=13863)