Ir para página principal

15ª Torcida de Deus: Torcedores da Rense marcam presença no Mineirão

No último domingo, 31/05, cerca de 7.300 pessoas da Região Episcopal Nossa Senhora Esperança (RENSE) participaram da 15° Torcida de Deus, no Mineirão. Foi uma experiência de fé, confraternização, oração e contemplação, que encheu os corações do ‘Povo de Deus’ de muita paz e alegria. Apresentações culturais, artistas mineiros, como Paulinho Pedra Azul Durante e a Banda Dominus animaram os féis durante a tarde de Domingo da Santíssima Trindade, para celebrar a festa do Corpo e Sangue de Cristo antecipadamente.

Antes da celebração eucarística, os padres estavam concentrados numa sala próxima ao gramado do Mineirão. A ansiedade e a alegria eram claras nos olhos de cada um deles. Isso, apenas por ouvirem as vibrações que vinham da arquibancada.

Em exclusiva para nossa equipe da Pascom, dom Walmor, Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte agradece a presença dos fiéis da Rense que se mobilizaram para festejar conosco esse momento único da igreja mineira. “Primeiro, o meu agradecimento pela presença, pelo compromisso. Vindo, vocês assumem o compromisso de serem da paz na família, no trabalho, na igreja, em todo o lugar. Quero desejar que todas as alegrias aqui vividas, se transformem e se multipliquem em força e coragem para darmos um testemunho bonito da nossa igreja, como igreja missionária anunciando o evangelho de Jesus que é o evangelho da paz”.

O desejo do bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte dom Joaquim Mol e do Vigário Episcopal Frei Adilson Corrêa da Silva,ofm, a todo o ‘Povo de Deus’ da Região Episcopal Nossa Senhora da Esperança era um só: que todos tivessem uma feliz e abençoada festa do Senhor: “Hoje celebramos Jesus Cristo presente em nosso meio. Ele que é a razão do nosso viver. Ele que nos reúne de fato todos os dias. Que hoje, possamos receber de Deus de coração aberto para que derrame toda a bênção, toda graça e todo o bem”.

A paroquiana da igreja Santo Cura Dar’s da forania São José Calafate e coordenadora da Pascom da Arquidiocese de Belo Horizonte, irmã Maria Alba Vega revela que participou de uma das primeiras Torcidas de Deus “Tenho aquela memória, aquela lembrança muito forte e hoje quando avistei o povo nas arquibancadas percebi que a vibração é a mesma. Sobretudo pq tem muitos jovens, que é a grande esperança para a nossa igreja, pra sociedade, pra essa mudança do mundo que a gente tanto espera”.

A 15° Torcida de Deus foi realizada no domingo da Santíssima Trindade. Os padres da Rense mencionaram esse fato para retratar a unidade que almejam entre os ‘torcedores da paz’. Para Padre Júlio César Gonçalves Amaral, da paróquia Nossa Senhora de Guadalupe (Castelo) e Padre José Rezende, Paróquia São Jorge, promover a 15° Torcida de Deus, do domingo da Santíssima Trindade se revela uma belíssima forma de celebrar a comunhão e a unidade de toda a nossa Arquidiocese. “O evento visa a busca pela unidade, pela a igreja unida buscando sempre a vivência e harmoniosa de todos os cristãos”, afirmaram.

Padre Flávio da Silva Ramos, da Paróquia São Dimas e Padre Ivanil, da Paróquia Santo Antônio Maria Claret pedem ao Pai, ao Filho e ao Santo Espírito, as três pessoas da Santíssima Trindade, pela santificação de todo o povo reunido no Mineirão que participam esse momento significativo para toda a Arquidiocese de Belo Horizonte.

Padre Ivan Eustáquio de Souza, da paróquia Santa Terezinha e Padre Reinaldo Maria de Medeiros, da paróquia São Joaquim acreditam que celebrar esse momento tão importante na Arquidiocese é promover a paz e a alegria em todos os corações que buscam constante a graça de Deus.

Padre Pierre, da paróquia Santa Margarida Maria Alacoque e Padre João da Costa Holanda, da paróquia Santa Maria Mãe de Misericórdia (Conjunto Califórnia I) revelaram que a demanda pela busca de ingressos foi grande e que muitas pessoas os procuraram depois que os ingressos nas paróquias foram esgotados. “Muita gente queria estar aqui conosco e não puderam vir porque, mas não tínhamos mais. Esse gesto mostra que a nossa igreja é muito forte e presente na vida das pessoas. Que hoje, a glória do Cristo seja manifestada em seu povo reunido para louvar e agradecer a Deus que é tão bom na nossa vida”.

Padre Ivan Henrique Matos, da paróquia Nossa Senhora Perpétuo Socorro e São Damião Malokai e Padre Pedro, da Paróquia Divino Espírito Santo a comunhão precisa nos fortalecer para enfrentarmos os desafios do nosso dia-a-dia. “É uma alegria muito grande estarmos reunidos em comunhão com Cristo nos fortalece. Nos dias de hoje, em meio a tanta crise e dúvidas que estamos vivendo é preciso celebrar e torcer para termos firmeza no cristo para enfrentarmos esses problemas de cabeça erguida”, ponderam

Por Liliane Martins